Arquivo de maio, 2010

Clima de Copa, convocação da Seleção Brasileira de Futebol pra entrar no ar e por que não convocarmos Softwares Livres Brasileiros para serem mostrado aqui também. A proposta está lançada, as escolhas já estão feitas. O técnico aqui sou eu e o time é meu. (quase um Dunga hein). Brincadeiras a parte, aqui está uma lista dos softwares que eu acho legais serem observados aqui neste Post, achou legal? Tem alguma alteração a fazer na convocação? Faça o seu time e disponha aqui para todos nós, mostrando os convocados para a sua seleção de Software Livre.

Vamos começar.

1 – BrOffice.org (www.broffice.org)
É uma ótima suíte de aplicativos para escritório, baseada no OpenOffice ela vem batendo um bolão a tempos, hoje em dia é utilizada em boa parte dos projetos de migração feitos pelo Governo e Banco do Brasil, sem contar em projetos de iniciativas privadas que não foram divulgados. Vai jogar muito nessa Seleção.

2 – Mandriva Conectiva – (www.conectiva.com.br)
A nossa antiga idolo que por muito tempo foi chamada de Conectiva, recebeu a naturalização Europeia e se juntou ao Mandriva, outra grande no mundo dos softwares, que por muito manteve uma parte do projeto Conectiva, hoje já não mais sei por não os acompanhar mais, mas ainda assim merece lugar de destaque aqui na convocação, vai fazer uma boa participação, por mais que não entre em campo, só a presença já chama atenção.

3 – DreamLinux – (www.dreamlinux.com.br)
Tem batido um bolão, a algum tempo essa aqui tem jogado muito bola, atraindo uma quantidade consideravel de admiradores e por isso o destaque aqui na convocação. É uma distribuição Brasileira com bastante aceitação e uma comunidade bastante ativa, merece ser apreciada e destacada na multidão.

4 – GINGA – (www.ginga.org.br)
Nos campos da TV Digital aqui está nosso artilheiro. Só gols de placa que esse garotão ai tem feito. E a palavra é dele. “Ginga® é o nome do Middleware Aberto do Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD). Ginga é constituído por um conjunto de tecnologias padronizadas e inovações brasileiras que o tornam a especificação de middleware mais avançada e a melhor solução para os requisitos do país.”

5 – CACIC – (http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=3585)
Porque não colocarmos um índio para jogar em nosso time, certo? Então temos ai o Cacic – Configurador Automatico e Coletor de Informações Computacionais, o nome já diz em qual área ele atua né. E faz bem o serviço dele, um projeto muito estável criado pelo governo (DATAPREV) e que vem ajudando a muitas àreas a organizarem seu “meio de campo”.

6 – COCAR – (http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=133801)
O Controlador Centralizado do Ambiente de Rede, um projeto bem legal também para o pessoal de ADM de Rede, uma vez que ele tem como objetivo Controlar o trafego das redes de acesso, contando com alertas quando alguma rede cai ou está com baixos rendimentos, fazendo um log de todos os dados coletados naqueles momentos.

7 – KyaPanel – (www.kyapanel.com)
Aqui está nosso armador central, aquele que administra a situação, facilitando a vida daqueles lá na frente. “O KyaPanel é um painel para facilitar a administração de servidores Gnu/Linux melhorando a administração de rede.”

8 – i3GEO – (http://mapas.mma.gov.br/i3geo/)
Este é nosso estrategista, ele que localiza onde todos tem que ficar, pra onde vão, como está o terreno por lá, se tem uma caminho mais rápido pro “gol”, este é nosso Google Maps Tupiniquim de ótima qualidade, muita das vezes utilizo o i3GEO no lugar do maps e tenho informações mais precisas das coisas, vale a pena mantê-lo em campo.

9 – i-Educar – (http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=6552490)
Vamos manter a administração de nossas escolas mais economicas, rápidas e com resultados mais precisos, pra isso veio ao mundo o i-Educar, veja o que ele tem para nos falar. “O i-Educar é um software de gestão escolar. Centraliza as informações de um sistema educacional municipal, diminuindo a necessidade de uso de papel, a duplicidade de documentos, o tempo de atendimento ao cidadão e racionalizando o trabalho do servidor público.” Gente fina ele né.

10 – Solução Minuano (http://www.softwarepublico.gov.br/ver-comunidade?community_id=11808514)
Este aqui é o nosso acessor de comunicações, libera o acesso de todos os outros para se comunicarem da melhor e mais rápida forma possivel, vamos ver o que ele tem a nos falar. “A Solução MINUANO –  Solução de Áudio e Vídeo em Software Livre CAIXA possibilita a transmissão e divulgação de conteúdo de áuido de vídeo, assim como reduz custos através de transmissões que substituem reuniões presenciais. São diversos os benefícios possibilitados ao utilizar o sistema, tais como redução de gastos de verbas publicas, qualidade de vida dos funcionários por reduzir a quantidade de reuniões e também redução de emissão de CO2 na atmosfera.”

11 – Prefeitura Livre – (www.prefeituralivre.com.br)
O que acha de você apresentar um projeto para sua cidade baseando-se em Software Livre com este programa, diminuindo custos e aumentando a produtividade. “O PREFEITURA LIVRE é uma solução de gestão municipal completamente livre e com suporte comercial de uma rede de empresas especializadas. Você não precisa pagar qualquer valor referente a licença de software para utilizar esta solução, basta baixar o código-fonte e configurá-lo adequadamente com os diversos SOFTWARES LIVRES que compõem a solução. O PREFEITURA LIVRE é a única solução de gestão municipal que implementa os principais conceitos associados ao Cadastro Técnico Multifinalitário (CTM) e ao Geoprocessamento Corporativo. Sendo um SOFTWARE LIVRE desenvolvido sob um framework estruturado em 3 camadas (MVC), ele pode ser adaptado rapidamente a qualquer nova demanda.”

12 – InVesalius – (http://svn.softwarepublico.gov.br/trac/invesalius)
Este aqui é pouco comentado mas é como o Ronaldo, é de grande peso e de melhor qualidade ainda. “InVesalius é um software livre para reconstrução tridimensional de estruturas anatômicas. Baseado em um conjunto de imagens bidimensionais, obtidas através de equipamentos de Tomografia Computadorizada ou Ressonância magnética, o programa permite que sejam gerados modelos tridimensionais da regiões de interesse do corpo humano. Após reconstruir tridimensionalmente as imagens DICOM, o software permite a geração de arquivos 3D no formato STL. Este arquivos podem ser utilizados para Prototipagem Rápida.”

13 – BrDesktop – (http://brdesktop.org/cdd)
Este aqui é nosso verdadeiro puro sangue Debian, é o antigo projeto Debian-Br-Cdd, ou seja, é o nosso Debian Stable totalmente em Portugues Brasil, um ótimo trabalho do pessoal que o mantem e disponibiliza sempre para todos nós, uma ótima linha de frente temos aqui com o BrDesktop, vale a pena conferir, para aqueles que gostam do Debian e não tem muita familiarização com outras linguas, o nosso BrDesktop é 100% pt-br.

14 – Amora – (http://code.google.com/p/amora/)
Galera do celular fazendo bonito também. Eu testei e foi show. “Amora (A Mobile Remote Assistant) é um programa feito em python para celulares Nokia S60 que permite controlar mouse e teclado no seu desktop Linux. Com ele é possível controlar seus slides, filmes e qualquer outro aplicativo gráfico que rode dentro de uma sessão do X com seu celular bluetooth. Você também pode ver miniaturas de qualquer aplicativo em foco na própria tela do celular.” Bateu um bolão aqui tambem.

15 – Expresso – (http://www.celepar.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=57)
Um projeto bem interessante da CELEPAR que vem melhorando bastante o desempenho no dia-a-dia do grupo. Solução integrada de correio eletrônico, agenda, catálogo de endereços pessoais e corporativos, gerenciamento de tarefas(workflow) e boletins internos.

16 – APTonCD – (http://aptoncd.sourceforge.net/index.html)
O que acha de baixar os pacotes via apt-get instala-los em seu pc e depois enviar todos eles para um CD para que você possa fazer o processo de instalação em outros computadores sem a necessidade  de baixar tudo novamente, ótima ideia né, este projeto viabiliza isso para nós, uma praticidade utilissima para todos nós, principalmente para quem cuida de parques tecnologicos com muitas estações independentes.

Anúncios

Isso ai, pra você que gosta de assistir os canais de TV pelo PC ou mesmo que não tem a disposição uma TV por assinatura para usufruir dos benefícios e acessibilidade de centenas de canais à sua mão, o Sopcast é uma ótima pedida. Eu o utilizo a anos, principalmente pra assistir as lutas do UFC, me economizou um bom dinheiro isso. Algumas partidas de futebol também já acompanhei por ele e assim vai enquanto houver Sopcast.

Por um bom tempo eu tive grandes dificuldades em conseguir instalá-lo em versões anteriores do Ubuntu, não por culpa do sistema, mas sim pela dificuldade em conseguir instalar o próprio Sopcast, pois no próprio site do desenvolvedor os links para Linux não funcionavam muito bem, principalmente o link da biblioteca libstdc++5. Mas em um passeio pela net descobri um repositório onde é possível baixar o arquivo do Sopcast em .deb, ou seja, só festa, e é isto que vou mostrar a vocês aqui. Em 2 minutos você já estará com o Sopcast rodando em seu PC (obvio se você tiver uma conexão razoável, conexão discada não dá né).

O processo é simples, sendo necessário apenas adicionar um repositório ao nosso sistema e depois mandar instalar os pacotes necessários.

Vamos começar instalando o pacote libstdc++5.

Clique no link a seguir e baixe o pacote .deb e instale-o. (este pacote é fundamental para o funcionamento do Sopcast, sem ele não conseguiremos instalá-lo)

http://packages.debian.org/stable/base/libstdc++5

Com este pacote instalado podemos dar seguimento ao processo.

Agora vamos adicionar o repositório onde está o arquivo do Sopcast e suas bibliotecas.

Abra o terminal (onde será feito todo o processo) e digite a seguinte sequencia:

1º – Adicionando o repositório
sudo add-apt-repository ppa:jason-scheunemann/ppa

2º – Atualizando lista de pacotes disponíveis
sudo apt-get update

3º – Instalando o Sopcast
sudo apt-get install sopcast-player

Agora é só curtir os diversos canais disponíveis para todos nós. Aconselho a você dar uma procurada no Google por novos canais, sempre tem algum canal disponível em algum endereço diferente e com qualidade melhor da que algum outra que já conheçamos. Procurar nunca é demais.

Uma dica legal para aqueles que estão a procura de novos canais. Os links dos canais são iniciados da seguinte forma. sop://…

Como nos endereços a seguir,

sop://broker.sopcast.com:3912/85856
sop://broker.sopcast.com:3912/24267

Estes são exemplos de endereços referentes a 2 canais que passam sempre as lutas do UFC, e são os que mais uso.

Uma observação legal a ser feita para quem não conhece ainda o Sopcast é que nem todos os canais disponíveis ficam online 24 horas por dia, a grande maioria dos que eu conheço vão ao ar no horário certo de alguma programação especifica (é o caso dos canais que transmitem o UFC e alguns outros programas específicos), então é bom salientar essas questões. Mas há inúmeros canais disponíveis, com temas e focos diversos, vale a pena conferir. 😉

Então é isto pessoal, fica ai a dica para aqueles que utilizam o Ubuntu ou suas variantes e também distribuições que utilizam-se da base Debian ou que utilizam os pacotes .deb.

Abraços, até a próxima.
Comentários são bem vindos. 😉

Será que finalmente estamos prontos para admitir que os métodos tradicionais de ensino são pouco eficientes e devem evoluir rapidamente? Pelo menos é o que aponta um estudo publicado pelo governo americano, que compila os resultados de 10 anos de pesquisa e conclui que os recursos de aprendizagem on-line constituem uma maneira mais eficiente de aprender do que o ensino tradicional.

A pesquisa (em inglês, arquivo PDF) propôs uma meta-análise que chega a uma conclusão já amplamente difundida no mundo corporativo: sentar em uma cadeira e ficar olhando alguém falar não leva o aluno a grandes resultados. Neste contexto, devemos nos lembrar de como nasceu o modelo de educação em vigor e questionar por que é tão difícil fazê-lo evoluir. Quais são os mecanismos que realmente despertam o aprendizado e como desenvolvê-los?

Assistir não é aprender!

O pecado original da área educacional é tratar o conhecimento como se existisse a possibilidade de transferi-lo, como se transfere vinho da garrafa para o copo. Porém, conhecimento não se transfere, mas se constrói; o futuro do aluno depende menos de quem sabe e mais de o que ele mesmo vai fazer para aprender. A industrialização do processo educacional foi influenciada pela filosofia Taylorista; em geral, os governos são considerados responsáveis por preparar, em grande escala, cidadãos e profissionais capazes de sustentar a economia do futuro. Por questões logísticas, desenhou-se um modelo para dividir o problema em partes: por idade, por ano, por matéria, por sala, por região. Assim, foi abafada a individualidade do desenvolvimento intelectual, procurando um difícil equilíbrio entre ensinar a todos e respeitar o ritmo de cada um.

Continue lendo a matéria clicando aqui.

Fonte: iMasters.uol.com.br

Ubuntu Studio 10.04 conheça e instale

Publicado: 05/05/2010 por Robert Lucas em Eu recomendo, Linux

O Ubuntu Studio é uma das vertentes do Ubuntu, é direcionado à aquelas pessoas que necessitam trabalhar com áudio, vídeo e gráficos e também para aquelas que gostam de um sistema com um visual um pouco diferenciado dos outros, não que o Ubuntu não possa ter, muito pelo contrário, mas o Ubuntu Studio é diferente por ser diferente, não por você deixá-lo diferente, entendeu? Nem eu. 🙂

Bom, para quem quiser saber mais sobre ele é só dar uma conferida aqui www.ubuntustudio.org (mas não tem nada de interessante também, aqui vai encontrar mais informações legais que lá.) 🙂

Instalação

Temos 2 opções para instalarmos o Ubuntu Studio em nosso computador, a primeira é pelo cd e a segunda via atualização apt-get, Synaptic, etc.

Instalação via CD:
Entre no site www.ubuntustudio.org baixe o arquivo “Ubuntu Studio 10.04 (Lucid) DVD Images”, queime a imagem .iso em uma mídia de DVD e siga as instruções para instalação. Não vou dar o passo-a-passo da instalação aqui, por já termos diversos artigos mostrando como fazê-lo. Após instalar é só aproveitar o sistema.

Instalação via atualização:
É bem mais simples do que se pode imaginar realizar a instalação ou melhor a atualização do Ubuntu para o Ubuntu Studio 10.04. Primeiramente, vamos efetuar a instalação normal do Ubuntu, caso já esteja instalado só seguir os passos abaixo.

Primeiro vamos liberar os repositórios do Synaptic para termos atualizações mais recentes e uma diversidade maior de pacotes a nossa disposição. Abra Sistema > Administração > Gerenciador de Pacotes Synaptic, dentro do programa abra Configuração > Repositórios, na aba Programas do Ubuntu deixe as 4 primeiras caixas marcadas e vá para a aba Outro Software e marque a opção Partner, depois disso vá para a aba Atualizações e marque todas as caixas da opção Atualizações do Ubuntu (lembrando que não é necessário marcar todos estes processos para se ter acesso aos pacotes, mas é uma boa pedida pra quem quer ter o sistema sempre atualizado) depois é só clicar no botão Fechar para sair da janela e depois clique no botão fechar novamente para fechar o Synaptic.

Para a instalação dos pacotes eu vou aconselhar usarem o terminal, assim fica mais fácil para eu explicar e com menor possibilidade de erro.

Abra o terminal (Aplicativos > Acessórios > Terminal), nele digite |   sudo apt-get update   | espere o processo ser realizado, após isto digite |   sudo apt-get upgrade   | se tiver algum pacote a ser atualizado digite |   S   | para prosseguir o processo, espere até que sejam baixados e instalados, pode ser que tenha muito ou pouco a ser baixado, vai depender muito de quando foi a ultima atualização do sistema, dando sequencia vamos agora à instalação definitiva do Ubuntu Studio, baixando os pacotes de programas, temas, screensavers, wallpapers e tudo mais disponível nos repositórios.

Temos a possibilidade de fazer a instalação em um único comando que seria |   sudo apt-get install ubuntustudio-*   | e pronto, todos os pacotes seria instalados, mas como são mais de 400 megas não aconselho que façam assim, vamos por partes, mesmo porque indo por partes dá pra eliminarmos alguma coisa que não queremos instalar. Então vamos por partes.

Instalação primária: Digite |   sudo apt-get install ubuntustudio-artwork ubuntustudio-controls ubuntustudio-default-settings ubuntustudio-desktop ubuntustudio-font-meta ubuntustudio-gdm-theme ubuntustudio-icon-theme ubuntustudio-look ubuntustudio-menu ubuntustudio-plymouth-theme ubuntustudio-screensaver ubuntustudio-sounds ubuntustudio-theme ubuntustudio-wallpapers

E na segunda etapa digite |   sudo apt-get install ubuntustudio-audio ubuntustudio-audio-plugins ubuntustudio-graphics ubuntustudio-sounds ubuntustudio-video

Esta segunda parte é um pouco demorada devido a quantidade de programas grandes que é composto cada pacote mencionado, mas assim que realizar o download e a instalação de tudo estamos livres para ser feliz.

Bastando apenas reiniciar o sistema para começar a ver as diferenças, tanto em relação as telas, aos temas, sons e tudo mais referentes ao sistema. Assim que inicia podemos ver as telas remetendo ao Ubuntu Studio, logo vemos no menu aplicativos a grande gama de novos programas, agora é só desfrutar de todo o potencial que o sistema tem a oferecer.

Abraços, espero que possam aproveitar este texto. 😉

A poucos dias adquiri o Notebook Acer 5532, com processador Athlon TF-20, 2GB de ram, HD 160gb, placa de vídeo ATI RADEON HD3200, dentre outras coisas, veio com o Windows 7 Starter, mas não era de meu agrado, como apaixonado pelo meu Linux, esperei até ontem a saída no Lucid Lynx para poder instalar aqui no meu brinquedinho e o fiz, e é isto que vou relatar pra vocês a partir de agora.

Já adianto que neste artigo não irei explicar como instalar o Ubuntu e nada parecido, há muitos artigos disponíveis sobre este tema na internet, vou apenas relatar sobre o uso e o funcionamento do sistema no equipamento descrito acima.

Com a instalação correu tudo perfeitamente, sem nenhum erro e nem mesmo nenhuma dificuldade em relação ao hardware, o sistema reconheceu e configurou todos os equipamentos disponíveis sem haver necessidade de nenhuma intervenção de minha parte.

O processo de instalação não foi um exemplo de velocidade, devido ao processador que acompanha o notebook mas ainda assim durou menos de 40 min, contando a atualização de idiomas (que por sinal demorou um pouco, devido à minha conexão que tem apenas 650kb). Durante a instalação é exibida uma série de telas com informações sobre os programas e serviços do Ubuntu, que eu gostei bastante, ficou bem limpa e direta.

Com a instalação concluída comecei o processo de averiguagem no sistema – traduzindo: me surpreendi – o sistema está ao meu ver bem leve e com um visual bem atraente. Imaginei que viesse que os detalhes do tema em roxo como já havia visto em alguns screens, mas foi em cinza, o que achei mais interessante e sóbrio. O sistema está com a inicialização mais rápida e principalmente o que acho mais interessante o desligamento do sistema, está desligando quase que antes de clicarmos no botão (exagerado só um pouco).

A instalação ficou bem enxuta em relação à anterior, contendo programas e pacotes bem básicos, creio eu para poder agilizar a instalação e manter a estabilidade dele, bom por um lado, mas pra quem não tem uma conexão tão boa vai sofrer um pouco pra colocar tudo em dia, mas nada que umas 3 horas de download não deixe o sistema 100% pronto pra qualquer procedimento.

O sistema se comportou perfeitamente com o hardware disponível no notebook, em alguns processos o processador fica a pico, mas nada que não o deixe trabalhar direito, em geral o consumo normal dele durante as atividades gira em torno de uns 40% a 60%, dependendo do aplicativo. O que deixa o processador pirado, a 80% a 100%de utilização são os aplicativos em Flash na internet, como exemplo os jogos no Facebook (jogo o Social City, vício puro), mas pra minha surpresa, no Windows ele tem um rendimento pior, ficando com o processamento acima dos 90% sempre.

Todos os processos são feitos com a placa de vídeo 3D ativada para o melhor gráfico possível, ou seja, não poupando hardware e ainda assim, com todos os per causos o notebook tem se comportado melhor com o Ubuntu 10.04 com todos os recursos gráficos ativos e todos os programas que eu possa necessitar instalado, comparando-o ao que veio instalado com o mesmo, um Windows 7 Starter, que vem com boa parte dos efeitos gráficos desativados, a placa de vídeo configurado pra melhor desempenho do equipamento, não do gráfico.

Em resumo, como sempre o Ubuntu vem “matando a pau”, explorando melhor o hardware disponível e muita das vezes fazendo milagres, para este notebook em especial aconselho a todos o uso do Linux, vão poder aproveitar melhor todo o equipamento que tem nele.

Então é isto, espero que seja de bom proveito as informações aqui dispostas, pra você que tem este notebook e quer experimentar o Ubuntu nele, vai sem medo que não irá se arrepender, não somente este modelo, mas como qualquer outro, estaremos sempre a disposição em caso de qualquer dúvida que surgir no processo. Abraços. 😉