Arquivo da categoria ‘Notebook’

A poucos dias adquiri o Notebook Acer 5532, com processador Athlon TF-20, 2GB de ram, HD 160gb, placa de vídeo ATI RADEON HD3200, dentre outras coisas, veio com o Windows 7 Starter, mas não era de meu agrado, como apaixonado pelo meu Linux, esperei até ontem a saída no Lucid Lynx para poder instalar aqui no meu brinquedinho e o fiz, e é isto que vou relatar pra vocês a partir de agora.

Já adianto que neste artigo não irei explicar como instalar o Ubuntu e nada parecido, há muitos artigos disponíveis sobre este tema na internet, vou apenas relatar sobre o uso e o funcionamento do sistema no equipamento descrito acima.

Com a instalação correu tudo perfeitamente, sem nenhum erro e nem mesmo nenhuma dificuldade em relação ao hardware, o sistema reconheceu e configurou todos os equipamentos disponíveis sem haver necessidade de nenhuma intervenção de minha parte.

O processo de instalação não foi um exemplo de velocidade, devido ao processador que acompanha o notebook mas ainda assim durou menos de 40 min, contando a atualização de idiomas (que por sinal demorou um pouco, devido à minha conexão que tem apenas 650kb). Durante a instalação é exibida uma série de telas com informações sobre os programas e serviços do Ubuntu, que eu gostei bastante, ficou bem limpa e direta.

Com a instalação concluída comecei o processo de averiguagem no sistema – traduzindo: me surpreendi – o sistema está ao meu ver bem leve e com um visual bem atraente. Imaginei que viesse que os detalhes do tema em roxo como já havia visto em alguns screens, mas foi em cinza, o que achei mais interessante e sóbrio. O sistema está com a inicialização mais rápida e principalmente o que acho mais interessante o desligamento do sistema, está desligando quase que antes de clicarmos no botão (exagerado só um pouco).

A instalação ficou bem enxuta em relação à anterior, contendo programas e pacotes bem básicos, creio eu para poder agilizar a instalação e manter a estabilidade dele, bom por um lado, mas pra quem não tem uma conexão tão boa vai sofrer um pouco pra colocar tudo em dia, mas nada que umas 3 horas de download não deixe o sistema 100% pronto pra qualquer procedimento.

O sistema se comportou perfeitamente com o hardware disponível no notebook, em alguns processos o processador fica a pico, mas nada que não o deixe trabalhar direito, em geral o consumo normal dele durante as atividades gira em torno de uns 40% a 60%, dependendo do aplicativo. O que deixa o processador pirado, a 80% a 100%de utilização são os aplicativos em Flash na internet, como exemplo os jogos no Facebook (jogo o Social City, vício puro), mas pra minha surpresa, no Windows ele tem um rendimento pior, ficando com o processamento acima dos 90% sempre.

Todos os processos são feitos com a placa de vídeo 3D ativada para o melhor gráfico possível, ou seja, não poupando hardware e ainda assim, com todos os per causos o notebook tem se comportado melhor com o Ubuntu 10.04 com todos os recursos gráficos ativos e todos os programas que eu possa necessitar instalado, comparando-o ao que veio instalado com o mesmo, um Windows 7 Starter, que vem com boa parte dos efeitos gráficos desativados, a placa de vídeo configurado pra melhor desempenho do equipamento, não do gráfico.

Em resumo, como sempre o Ubuntu vem “matando a pau”, explorando melhor o hardware disponível e muita das vezes fazendo milagres, para este notebook em especial aconselho a todos o uso do Linux, vão poder aproveitar melhor todo o equipamento que tem nele.

Então é isto, espero que seja de bom proveito as informações aqui dispostas, pra você que tem este notebook e quer experimentar o Ubuntu nele, vai sem medo que não irá se arrepender, não somente este modelo, mas como qualquer outro, estaremos sempre a disposição em caso de qualquer dúvida que surgir no processo. Abraços. 😉

É isto ai meus caros, aqui estou novamente para escrever a vocês sobre mais um notebook, após ao sucesso do ultimo post sobre a aquisição do Notebook Intelbras I61, vamos à analise de mais um.

Ontem resolvi pegar este modelo em minha loja para meu uso pessoal, lá eu o tinha e não queria muito pegá-lo, já que estava namorando um outro modelo, mas pensando um pouco com meus parafusos resolvi arriscar com este notebook e vejam só minhas conclusões.

Marca: ACER
Modelo: Aspire 5532-5146

O notebook é equipado com um processador AMD ATHLON TF-20 64 bits 1.6ghz, 2GB de memória RAM, 160GH de HD, uma tela LCD de 15,6″ HD 16:9 e uma incrivel placa gráfica ATI Radeon HD3200, também conta com um leitor de cartões, wireless, 2 entradas USB, DVD-RW, webcam, teclado numérico e placa de som.

O equipamento é acompanhado de uma ótima carcaça bem ao estilo Acer, com toda a qualidade que sempre teve e espero que sempre tenham. Na cor azul escuro (muito escuro, quase preto) em quase toda sua carcaça, tendo apenas a carcaça da superficie do teclado na cor cinza metálico. Dou nota 10 pro acabamento e beleza do equipamento.

O Acer 5532 vem com um teclado muito bom, graças a seu tamanho ele conta com um teclado confortável para quem tem mãos maiores (como as minhas) e ainda conta com um confortante teclado numérico que para que faz uso de teclas numericas com maior frequencia vai se identificar muito com este modelo.

Tem como acompanhamento o Windows 7 STARTER, que pessoalmente acho que é melhor não vir do que vir com uma coisa dessas, algo que nem mesmo te dá o direito de trocar um fundo de tela do seu proprio equipamento, mas nada muito assustador vindo da Microsoft. Acho que o mesmo deveria vir com alguma versão do Linux pré-instalada nele, ou nem mesmo vir nenhum. Mas este pequeno deslize foi facilmente contornado onde fiz a instalação do Windows 7 Professional e estou só esperando liberarem a versão final do UBUNTU 10.04 pra eu baixar e instalar aqui nele e se tornar novamente meu sistema principal no dia-a-dia.

Mas vamos ao que mais interessa né, o que nos deixa mais intrigados, mais pensativos, mais atentos que é  referente ao desempenho que os componentes nos oferecem. Eu não conhecia o processador TF-20 da AMD e sinceramente a marca não me agrada muito e continua não agradando, por questões técnicas, tão somente, não é por um ou por outro processador da marca que não me agradou, mas sim pelo conjunto da obra, onde a muuuuito tempo não vejo um processador deles por frente aos da Intel, quero dizer expressivamente. Voltando ao que interessa, o processador é bom, pra quem não necessita fazer trabalhos pesados demais ele suporta bem, tem aguentado bem os programas e sequencias que o tenho feito rodar, muita das vezes fica em 100% de seu processamento, mas sem nenhum travamento ou lag significativa a ponto de falar mau, muito pelo contrario eu daria uma nota 7 a ele, apesar de aparentemente frágil ele dá conta do recado muito bem, para quem precisa de um processador para trabalhar, estudar e se divertir este atenderá bem.

Os 2 gb de memória RAM disponivéis no modelo estão de bom tamanho para 90% das atividades no dia-a-dia de pessoas normais (calma aí, não que você não seja normal meu caro nerd, mas é que pra uma massa gigantesca da população essa quantidade de memória é de ótimo tamanho) atentendo bem a todos os serviços que irá realizar. Nota 8 pra memória.

O HD pode ser suficiente como pode ser beeemmm pouco pra grande maioria viciada em internet, contando com 160 gb de armazenamento, tenho este como o ponto mais fraco do equipamento. Pode parecer muito pra alguns, mas para quem utiliza bastante a internet, cameras digitais, celulares, videos, musicas e tudo mais e pouco, pouco demais, mas nada que um HD externo não resolva esse probleminha. 🙂 Levando ai uma nota 5 sem louvor.

O conjunto placa de vídeo 3D HD3200 junto com a tela LCD 15,6″ HD é o apice do equipamento, com certeza, proporcionando aos usuários uma ótimo qualidade de vídeo, com efeitos 3D de alto nível, alta definição nas imagens e uma nitidez impressionante. A tela com resolução 16:9 proporciona uma tela widescreen bem confortavel de se trabalhar dando uma tela com 1366×768 pixels. Bom demais da conta sô. Nota 10 lógico, com muito louvor.

A webcam, apesar de não tê-la utilizado tanto, mas o pouco que a utilizei foi de surpreender, ótima qualidade de imagem e uma regulagem de imagem surpreendente, ganhando uma nota 9.

Mas o que pode ser considerado como o pior defeito do equipamento é a questão das entradas USB disponiveis no equipamento, sendo apenas 2 portas localizadas na lateral esquerda do equipamento, deixando muito a desejar, hoje em dia 2 entradas USB são literalmente nada, sendo à esquerda é menos relevante ainda, o jeito de contornar esse problema é colocando um HUB USB no equipamento para termos condições de ligar os equipamentos que necessitamos. Leva também uma nota 5 pelas USB.

Mas no geral, eu gostei ficando com uma média (faz as contas ai que nessa hora eu já estou dormindo sentado aqui). Até o momento está me agradando bastante, apesar de seus deslizes, mas todos eles contornaveis, acho que ele tem mais pontos a favor que contra e por um preço bem razoavel. Fica a dica. 😉

Será quando terei outro review deste? Se me derem um notebook novo eu faço sem problema. 🙂

Abraços a todos e muitissimo obrigado pelos mais de 155 mil pageviews, mesmo eu atualizando o blog mensalmente, o que vai mudar agora, estou de volta as minhas atividades, então podem esperar por mais novidades em breve. Abraços.

Entrei em contato por e-mail com a Intelbrás e solicitei o manual de instruções – dentre outras coisas – para que o disponibilize aqui no blog.
Em menos de 48 horas obtive resposta ao meu e-mail, que veio em anexo o manual de instruções, em formato .doc, é um instrumento interessante para se ter, afim de tirar alguma dúvida em torno do produto.
Fiz a conversão do manual para .PDF, facilitando assim a visualização e também dimunuindo o seu tamanho.

Façam o download ou leiam direto do blog, clicando aqui.

Leia mais sobre o notebook Intelbrás i61, clicando aqui.

“Agradeço a todos pelas 50.000 visitas que atingimos hoje, e garanto a vocês mudanças em breve no blog, para melhor. Muito obrigado pessoal!!!”

Notebook Intelbras i61

Notebook Intelbras i61

No dia 04/10 comprei meu novo notebook, dentro das opções disponíveis o melhor equipamento na loja, no momento era o Intelbras i61, fiquei por quase 2 horas analisando o produto, como não conhecia os produtos de informática da Intelbras, fiquei meio pé atrás, mas no final resolvi compra-lo.

Com um ótimo custo-beneficio o i61 vem equipado com:

Processador Intel Core 2 Duo T5750 2 ghz (2mb de cache)
Memória de 2gb DDR2
HD 120gb
Webcam 1.3 MegaPixels
DVD/RW
Fax/Modem
Rede
4 USB
Saída para monitor
Wireless
Bluetooth
PCI-Express Card
Leitor de Cartões
Tela de 14″ Widescreen

Com todo este equipamento o Intelbras i61 vem acompanhado com o sistema Fenix Linux instalado em seu HD.

Tudo muito bom, tudo muito lindo, mas vamos agora à verdadeira analise critica sobre tudo.

Quanto ao hardware em si não tenho muitos comentários, apenas que é uma ótima máquina, fizeram uma ótima harmonia entre os componentes, deixando uma máquina a primeira vista, frágil, mas por dentro uma gigantesca e robusta máquina, capacitada para trabalhos pesados e os mais leves também.

O Intelbras i61 tem um acabamento estético muito bom aproveitando bem os espaços disponíveis no equipamento, ele vem com cores básicas, preto (corpo), cinza e azul escuro (tampa traseira da tela) e seus LED’s na cor azul. Muito bom.

Vem acompanhado de um teclado ABNT2, muito bom e sensível, contando com teclas de acesso rápido para algumas funcionalidades.

O que ficou a desejar e muito neste equipamento foi seu Touchpad, que de sensível não tem nada e conta com um sério problema de instabilidade, inviabilizando seu uso sem um mouse externo, o touch começa a tremer, a andar, a dar cliques sozinho, a abrir programas sem mesmo vermos, devido a seus contínuos cliques não desejados. Então se o equipamento te interessou até o momento, já viabilize a aquisição de um mouse para o mesmo.

O Intelbras i61 conta com uma bateria de 6 células que tem durabilidade razoável para o equipamento que a acompanha, tendo durado mais de 2 horas de trabalho.

Agora vou falar do software. Ele vem com uma pré-instalação do Fenix Linux, que como um entusiasta e amante de Linux afirmo com prioridade, é um sistema que deixa MUITO a desejar, sem contar o descaso que é feito com o equipamente, pois sua pré-instalação uso uma partição de 40gb e deixa mais de 70gb de espaço em HD sem ao menos formatar, então um HD de 120gb nós enchergamos apenas os 40 da instalação do Fenix. O Fenix é um sistema FRACO literalmente, que imita o visual do Windows XP para agregar o maior número de novos usuários possíveis, mas esquece de focar na qualidade do que apresenta, não se preocupando com o visual, nem mesmo com o kernel do sistema (sim, eu observei todos os detalhes), o que me “forçou” a instalar o Ubuntu poucas horas após adquirir o Intelbrás i61.

Ironicamente o Intelbrás i61 que vem com instalação Fenix Linux tem como acompanhamento um CD de instalação de TODOS os drivers do sistema, porém, todos esses drivers são para Windows, (XP ou Vista, 32 ou 64 bits) isso mesmo, wireless, bluetooth, webcam e leitor de cartões eram todos emulados pelo NDISWAPER para que pudessem funcionar no Linux. E por outro lado um prato cheio para que todos possam adquirir o equipamento e em pouco tempo instalar o Windows.

Conclusão:

O Intelbras i61 é um super notebook, contando com ótimos dispositivos de hardware que suportam das mais simples as mais complexas atividades no seu dia-a-dia. Razoavelmente leve, com apenas 2,3kg e monitor de 14″, lhe dá uma mobilidade ótima e garante seu serviço a qualquer hora e local. Tendo um preço bem razoavel, contando com um custo-beneficio ótimo. Recebendo uma nota 9 pelo seu conjunto.
Aconselho àqueles que estejam procurando por um notebook com um hardware mais robusto, darem uma conferida no Intelbras i61, não vai decepcioná-los.

Então é isto, como não havia encontrado nada na internet toda falando sobre este equipamento, espero que ele seja de bom uso para vocês.

EDITADO: Confira o MANUAL DO NOTEBOOK INTELBRAS I61, clicando aqui

Trabalhar remotamente é uma realidade para muitos profissionais nos dias de hoje. É cada vez mais comum ver alguém com um laptop no colo em aeroportos, aviões, cafés, restaurantes, enfim, em uma infinidade de lugares públicos que, muitas vezes, não oferecem tomada para manter a sua máquina em funcionamento.

É verdade que as baterias de notebooks se tornam mais eficientes, mas existem medidas simples que permitem que as baterias durem mais tempo para que você não perca abruptamente todo o seu trabalho. O WNews separou sete dicas para aumentar a durabilidade da fonte de energia confira a seguir:

Leia matéria na íntegra aqui

Fonte: WNews

Comentando: Uma ótima dica para quem utiliza o sistema operacional Windows, principalmente o Windows Vista que vem causando grande irritação em proprietários de notebooks devido seu grande consumo de energia, por causa de seus gráficos mais pesados e serviços ativos automaticamente (que quase sempre o usuario não os utiliza). Então, dê uma vasculhada em seu sistema atrás de serviços não utilizados por vocês que estejam ativos, principalmente os referente a dispositivos externos e redes sem fio.