Inclusão Digital no Brasil

Publicado: 21/11/2007 por Robert Lucas em Inclusão Digital, Linux, Open Source, Windows
Tags:, , , , , , , , ,

Um assunto bem polêmico e corrente no mundo é a Inclusão Digital, assunto que irei adotar neste post.

Tive a oportunidade de trabalhar como professor de Inclusão Digital no Consórcio Social da Juventude, um projeto da Universidade Federal de São João Del Rei e o Ministério do Trabalho e Emprego, juntamente com prefeituras de 30 cidades da região das Vertentes aqui em Minas Gerais. Quando fui selecionado para integrar a equipe deste projeto estava ainda um pouco assustado, devido a grandiosidade e tamanha responsabilidade que angariaria ao dar apoio à ele. Até aquele momento não sabia direito o que realmente era Inclusão Digital, eu era um profissional de informática, já havia ouvido falar, mas nunca havia pesquisado a fundo, pra mim Inclusão Digital seria o mesmo que dar aulas de informática, quando com um pouco de pesquisa descobri que era muito mais que isto, era muito mais que apenas ensinar as pessoas a usar os programas do computador, eu deveria realmente fazer com que aquelas pessoas aprendessem a tirar proveito da máquina que tinham em suas mãos, para com ela ganhar a vida ou pelo menos ajuda-las nas tarefas diárias em casa ou no trabalho.

Após minha empreitada como professor de Inclusão Digital comecei a interessar mais pelo assunto, acompanhando as atividades sociais e governamentais em torno deste assunto, onde pude acompanhar muitos avanços e alguns retrocessos na tentativa de Incluir Digitalmente um país como nosso amado Brasil.

Podemos acompanhar os esforços do governo na tentativa de Incluir Digitalmente o maior número possível de brasileiros, para isto baixou impostos e vem facilitando as formas de aquisição de produtos de informática para toda a população. Mas, isto é Inclusão Digital? NÃO. Não é, e nunca será Inclusão Digital. De que adianta dar panelas e comida pra alguém que não sabe cozinhar? Pois é, é assim que ficam aqueles que se deparam com os atuais incentivos do Governo Federal. Porque digo isto, é simples, o Governo optou por utilizar softwares livres nos computadores (Linux e afins), mas esqueceu-se de capacitar pessoas para que pudessem auxiliar os “novos incluídos”. O Governo simplesmente optou por mudar a base tecnológica da suas investidas em ID para Linux, esquecendo-se de toda cultura pró-Windows que estava fixada no mundo, assim quando os novos proprietários dos computadores incentivados pelo governos ligam suas novas aquisições logo dizem, “Ué, cadê o botãozinho verde aqui de baixo”, “que Windows é este?”, “que Windows ruim”. O Brasil está encaminhando pró-software livre, mas de uma forma não muito interessante, pois estão impondo o uso de Linux, sem que as pessoas estejam preparadas para ele, quando digo preparadas me refiro a pelo menos terem um conhecimento subjetivo sobre o que é Linux.

Muitas pessoas acham que o Linux é um programa do Windows . E o que fazer para mudar isto? Instruir. Informar. Incentivar. Jamais impor.

Mas a Inclusão Digital só é feita por meio do Linux e software livre? Não, o sistema operacional ou aplicativos usados para ID tem uma relevância menor que o de poder instruir as pessoas a usarem aquele computador para beneficiar e agilizar seus processos do dia-a-dia. O Linux foi adotado pelo governo brasileiro principalmente por seu custo “zero”, assim possibilitando baixar o valor dos computadores oferecidos no varejo. Mas em muitos países mundo a fora o Windows foi a opção escolhida. Aqui no Brasil a Microsoft tentou combater o Linux, oferecendo seu sistema por valores mais baixos, mas não foi o suficiente para convencer o governo.

A Inclusão Digital no Brasil caminha a passos largos, porém por caminhos tortuosos. Mas todos sabemos que no Brasil nada consegue iniciar da forma como deve ser, sempre temos que dar o bom e velho jeitinho brasileiro nas coisas, até mesmo em projetos governamentais.

Para que dê realmente certo a Inclusão Digital no Brasil devemos primeiro estabelecer uma distribuição padrão para todas as atividades que envolvam o projeto (os projetos) (o que não vemos hoje em dia, cada fabricante solta uma distribuição e muita das vezes muito desatualizada). Após a escolha da distribuição, manter uma equipe a fim de atualizar a mesma (o que se não me engano começou a ser feito com o Linux Educacional), posteriormente selecionar melhor o conteúdo do sistema, pois vejo hoje em dia (nas escolas onde ofereço apoio profissional) que há softwares educacionais fornecidos pelo governo que não conseguem ser abertos pelos computadores. Porque? Simples, por falta de compatibilidade de “codecs”. A poucos dias fui chamado em uma escola para poder observar o porque dos computadores não rodarem um CD com jogos educacionais, fornecidos junto aos PCs. Em 1 minuto de frente ao computador obtive a resposta. Falta do “Flash”. Um jogo totalmente em Flash, e os computadores não suportavam o arquivo. Fácil solução, instalei o GNash no servidor e pronto. Agora, custava adicionarem este pacote junto a distro? Não né. Por isto acho que deveriam escolher melhor os softwares a serem instalados junto aos computadores e o principal, atualizá-los.

Em uma pausa no processo de escrever este post fui ler as notícias de hoje (21.11) e me deparei com a seguinte “MEC pretende aparelhar os laboratórios de informática de 9.000 escolas” dada pelo BR-Linux. O MEC pretende aparelhar estes laboratórios afim de transforma-los também em telecentros para a população dos arredores, assim ampliando ainda mais o alcance da Inclusão Digital à população. Mais um ótimo incentivo do governo em prol da I.D., e da população, mas lembremos dos “toques” que dei aqui anteriormente, sem eles, pouco adiantará tamanho investimento.

Torço muito para que todos os esforços direcionados à Inclusão Digital no Brasil tenham efeitos significativos e positivos, não somente torço, mas também direciono esforços para que isto aconteça, eu faço acontecer e você? Pense sobre isto, qualquer ajuda é bem vinda.

Abraços.

Anúncios
comentários
  1. Robert Lucas disse:

    Tá grandinho né… =]

  2. Jojo disse:

    Grandes bostas… O governo ao invés de investir na educação por si só fica achando que digitalizar as crianças é o correto…
    Eu acho isso idiota, a gente forma vários usuarios básicos e nenhum aluno apto a faculdade. Aí vem aquele problemas das cotas e… aí já tem assunto pra mais uns 10 dias!

  3. Valdinei Ferreira de Lima disse:

    Também não vejo com bons olhos tudo isso que o governo vem fazendo… aliás, vem maquiando com a tal inclusão digital para esconder o grande rombo feito todos os anos… Lula, onde esta indo parar o dinheiro da educação? Para os computadores “populares”?!?!?!!?

    Temos que dar um fim nesta grande baboseira.

  4. Robert Lucas disse:

    Para os meus alunos da FUPAC…

    Aconselho vocês darem uma lida nos comentários postados no link abaixo também…

    http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=7514

    O ponto de vista de outros profissionais também é importante para entender do que se trata.

    Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s